” Lá vou eu…”

      Nenhum comentário em ” Lá vou eu…”
Catedral de Dublin
Deixando para trás a República da Irlanda , que se diz um  país com muito craic, uma palavra gaélica que define um estado de espírito, mais ou menos como alegria e diversão, lá vamos nós – Ronald, Mile eu – para Liverpool.
Parto comovida com a beleza de tudo o que vi e com a simpatia e gentileza irlandeses . Um belo lugar para ser visto e apreciado. Um lugar a que eu gostaria de voltar.
Começo a encarar tosse, dores no corpo e um irritante resfriado. Espero que passe logo.
De barco, iremos até Holyhead . De Holyhead, um pequeno trem nos levará até Chester, aquela cidade murada da Inglaterra. De Chester, um outro trem nos levará a Liverpool. Acreditem! Eu amo esses programas de branco – como dizia um índio meu amigo, no Mato Grosso. Esses programas sempre me mostram lugares e pessoas interessantes, sempre os vejo como muito informativos.
Meu único objetivo, em Liverpool, é dormir. Nem os Beatles vão conseguir me reanimar. A tietagem, desta vez,  ficará por conta do meu irmão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *