” Dia Dois de Fevereiro…”

      Nenhum comentário em ” Dia Dois de Fevereiro…”
Rio Mampituba

Anualmente é bem comemorado em Torres, a mais bonita praia do Rio Grande do Sul, o Dois de Fevereiro, Dia de Iemanjá, a Rainha do Mar – por sincretismo religioso, conhecida como Nossa Senhora dos Navegantes. Neste ano, as festas estenderam-se por uma semana e foram realizadas juntamente com Passo de Torres, cidade de Santa Catarina, estado que tem como divisa natural do RS o rio Mampituba.
Como vivi sete anos em Salvador, na minha muito querida Bahia, aprendi a ver o Dois de Fevereiro como um dia especialíssimo. ” Dia dois de fevereiro/ Dia de festa no mar / Eu quero ser o primeiro/ a saudar Iemanjá ” diz a emblemática canção de Dorival Caymmi https://www.youtube.com/watch?v=h-FIMYp0eAM
A festa de Torres é singela, mas conta com a participação de turistas e moradores e com a devoção de muitos. Na noite do dia primeiro para o dia dois, as pessoas, vão à praia, levando oferendas para Iemanjá – predominam flores e sabonetes perfumados. Iemanjá  é vaidosa,dizem.
Nesse dia, grupos religiosos ocupam espaços nas praias de Torres, onde recebem adeptos e visitantes para abençoá-los e dar-lhes passes ou banhos de pipoca. Roupas tradicionais são usadas, principalmente pelas Mães de Santo; rosas são distribuídas para que sejam jogadas ao mar como oferendas – esperando que vinguem os pedidos feitos.
No dia dois, fui com minha sobrinha e meu sobrinho ( Chico e Giselda ) ao Passo de Torres para, a partir de lá, ver melhor o procissão dos barcos. Eram poucos, mas estavam bastante decorados e transportando muitas  pessoas. Como já escrevi, uma festa singela, que, no entanto, leva muita gente a participar e  que deve renovar esperanças e fé. Aos poucos, foi-se tornando mais uma  atração no período de veraneio.

“Dia dois de fevereiro
Dia de festa no mar
Eu quero ser o primeiro
A saudar Iemanjá

Escrevi um bilhete a ela
Pedindo pra ela me ajudar
Ela então me respondeu
Que eu tivesse paciência de esperar.

O presente que eu mandei pra ela
De cravos e rosas vingou


Chegou, chegou, chegou
Afinal que o dia dela chegou
Chegou, chegou, chegou
Afinal que o dia dela chegou. “


Dorival Caymmi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *